2019, by André Chaíça

SINGAPURA

FEVEREIRO DE 2017

  Nunca vi país mais invulgar que este.

 Singapura pode ser considerado um país porque é uma Cidade-estado, ou seja uma cidade com um governo independente.

 Então aqui podemos encontrar uma cidade muito moderna, com os maiores arranha céus que já vi , prédios espelhados, pontes, projeções, estátuas, luzes, enfim uma panóplia de coisas que nos faz pensar que já não estamos no séc.XXI. 

 Então como sabem, sempre que planeio as minhas viagens, e obrigatoriamente tenho que fazer escalas opto sempre por poder conhecer um pouco do local.

Fiquem então com as minhas 26h em Singapura.

Tens que saber isto:

Fuso horário: UTC/GMT +8:00 horas que Portugal

Bandeira

Capital: Singapura

Língua: Mandarim

Moeda: Dolar de Singapura

Código telefónico +65

Subscribe & Follow

  • Facebook - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

Localização

Ainda no aeroporto e na fila para deixar as bagagens travámos amizade com uma rapariga chinesa bastante simpática, que também estava a fazer escala na cidade. Tirámos a sorte grande porque ela conhecia a cidade, o que foi meio caminho andado para a começarmos a explorar durante a noite.

Foi então que nessa noite conhecemos china town, os seus mercados noturnos e onde jantámos uns noodles maravilhosos numa tasca de rua.

Também visitámos a Marina bay sans e o festival das luzes que decorria nessa semana.

​Sítios imperdiveís

Gardens by the bay

     Bem este lugar é inesquecível, então para mim como Arquiteto Paisagista é um sonho. Por momentos pensei que estava no filme do Avatar. Torres gigantes cobertas de vegetação, lagos enormes, estufas com quedas de àgua do tamanho de campos de futebol, enfim vejam por vocês mesmos que não estou a exagerar.

Gardens by the bay

Little India

Esta foi a grande surpresa desta escala que fizemos em Singapura. Não falo só pela beleza dos edifícios, as rotinas e o cheiro a caril pelas ruas que nos levam mesmo até a India, mas da simplicidade deste povo.

Pedi a uma mulher  para tirar uma fotografia, e podem ver o olhar emocionado dela, por eu apenas lhe ter pedido isto, ela agradeceu-me tanto, foi muito emocionante.

Fiquem com os meus disparos pelas ruas.

Anda na Roda Gigante

No tempo que nos restava optámos por andar na roda gigante para ter a percepção de como seria aquela cidade monopólio vista de cima. E não nos arrependemos nada.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now